Imagine que Deus fez um mundo maravilhoso, perfeito e resolveu dar ao homem. Este homem imagem e semelhança de Deus, ao qual o Senhor lhe permitiu ter domínio sobre todas as coisas criadas neste mundo. “Também disse Deus: Façamos o homem a nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra.” (Gênesis 1. 26)

 

O homem tinha tudo em suas mãos, foi-lhe dada autoridade vinda do Pai para usufruir e dominar a criação. No entanto, escolheu pecar e como conseqüência desse ato, a separação de Seu Criador.

A Palavra de Deus nos fala que as misericórdias do Senhor não têm fim, renovam-se a cada manhã. (Lamentações 3. 22-23) É por causa dessas misericórdias que nós não somos consumidos. O Senhor nos ama tanto que mesmo nós sendo pecadores, vivendo em escuridão espiritual, Ele em seu infinito amor, entregou o que tinha de mais precioso, por amor a  nós, Ele enviou o Seu Filho amado para morrer em uma cruz, com o intuito de nos dar a salvação. E por este ato é que foi nos permitido reconciliar-nos com Deus. Ele se importou conosco!

 

Vivemos em um mundo mal, tantas catástrofes, guerras, rumores de guerras, homens amantes de si mesmos, a desestruturação familiar, a desordem na política, os escândalos financeiros, catástrofes, o eco sistema abalado, tudo isso acontecendo como conseqüência do pecado. Deus deu livre arbítrio ao homem, no entanto, ele tornou-se escravo de suas escolhas. Muitos estão mortos espiritualmente, as escamas do pecado impedem de que o homem tenha visão das coisas espirituais. E para todo esse caos que a humanidade passa, há solução, Jesus! A Bíblia nos afirma que: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as dores levou sobre si,… Ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.  ( Isaías 53: 4-5)

Mesmo enviando o Seu Filho para morrer em nosso lugar, mesmo nos amando, Ele não nos tirou o livre arbítrio, e nós ainda hoje temos a escolha, se quisermos seguir com Jesus ou viver de acordo com a nossa maneira de viver.

 

A vontade do Senhor para as nossas vidas sempre será boa, perfeita e agradável. Deus tem o melhor para nós!

 

 

 Que a graça do Senhor Jesus seja com todos!

Eloyza Corrêa

Coordenação de Educação Cristã

 

 

Leave A Comment