Educação Básica

EDUCAÇÃO BÁSICA

Educação Básica
O sistema educacional brasileiro é dividido em Educação Básica e Ensino Superior. A Educação Básica, a partir da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96), passou a ser estruturada por etapas e modalidades de ensino, englobando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental obrigatório de nove anos e o Ensino Médio.

Desafios Educacionais Contemporâneos.
Os desafios educacionais expressam conceitos e valores básicos à democracia e à cidadania. A ética, o meio ambiente, a saúde, o trabalho e o consumo, a orientação sexual e a pluralidade cultural não são disciplinas autônomas, mas temas que permeiam todas as áreas do conhecimento.

BNCC – Base Nacional Curricular Comum

FARDAMENTOS

Todos os alunos devem comparecer à escola com o uniforme completo, diariamente. Na falta de qualquer uma das peças do fardamento, o aluno será encaminhado à coordenação de convivência escolar para as deliberações sobre o caso. Fica certo que o aluno só terá acesso à sala de aula, devidamente uniformizado. O uniforme completo consta de:

EDUCAÇÃO INFANTIL

Calça tactel, bermuda vermelha, camiseta diária e tênis.

 

ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

Camiseta diária, calça tactel ou corsário e tênis.

 

EDUCAÇÃO FÍSICA/DESPORTO

Camiseta e short de educação física e tênis.

 

OBS.: Bonés, bandanas, piercing, óculos escuros de qualquer natureza, cabelos coloridos, brincos masculinos e demais itens que não fazem parte do uniforme, portanto, devem ser guardados ao entrar na escola.

CONVIVÊNCIA ESCOLAR

O espaço escolar constitui um ambiente de convivência onde se desenrolam as diversas relações entre alunos, pais, professores e equipe técnica. Assim, a disciplina escolar é um instrumento pedagógico que harmoniza as relações interpessoais e um valor que favorece o processo de ensino-aprendizagem. Além do que, é necessário para dar ao jovem, parâmetros (limites) balizadores de suas atitudes, pois ninguém pode, na sua relação com o outro e consigo mesmo, fazer tudo o que quer a qualquer momento sem considerar as consequências que isso lhe impõem. Assim sendo, esse é um princípio básico na organização de nosso trabalho pedagógico e para esclarecermos como isso se dá, fazemos abaixo considerações essenciais a esse respeito.

HORÁRIO DE ENTRADA E SAÍDA

Ser pontual é um hábito, como hábito precisa ser adquirido e para isso é necessário a vivência diária. Assim, informamos nossos horários para que os pais possam auxiliar seus filhos quanto a essa prática.

  • No horário matutino, a entrada dos alunos será das 7h.as 7:15. Sendo que o portão de entrada principal dos alunos (catracas) será fechada as 08h em ponto e a e a saída as 11h 25min ou 12h 10min ou conforme o calendário anual de atividades estipulados.
  • No turno vespertino, a entrada dos alunos será das 12h 50min as 13h. Sendo que o portão de entrada principal dos alunos (catracas) será fechada as 13:30h em ponto e a Saída as 17h 10min ou 17h 55min.
  • Os alunos que chegarem após os horários estipulados para entrada, serão encaminhados à coordenação de convivência escolar que fará a entrada dos mesmos, em sala de aula ao final dos quinze minutos de tolerância. Os alunos que chegarem após esse horário também serão encaminhados à coordenação, mas só poderão entrar em sala na segunda aula. No terceiro atraso o aluno não entrará em sala de aula.
  • os alunos não poderão esperar seus responsáveis no portão ou na frente da escola. Os alunos de 6ªa 9ª e ensino médio só sairão desacompanhados com autorização por escrito dos responsáveis, preenchida em formulário próprio da escola.
  • Os alunos da educação infantil até a 5ª série só sairão com seus responsáveis ou com pessoas que tenham sido autorizadas pelos mesmos, através do preenchimento da autorização de saída. A escola não entregará nenhuma criança a pessoas desconhecidas. Também não atenderá autorização por telefone ou em forma de bilhete, mesmo que seja apresentada a carteira dos pais ou responsáveis

A entrada acontecerá pelos portões da Rua Terezina estacionamento.

Saídas durante o horário de aula. Só serão permitidas, por consultas médicas e/ou urgências dos responsáveis, liberadas mediante pedido por escrito ou mediante a presença do responsável na escola.

FARDAMENTO

Todos os alunos devem comparecer à escola com o uniforme completo, diariamente. Na falta de qualquer uma das peças do fardamento, o aluno será encaminhado à coordenação de convivência escolar para as deliberações sobre o caso. Fica certo que o aluno só terá acesso à sala de aula, devidamente uniformizado. O uniforme completo consta de :

  • Educação infantil: calça tactel, bermuda vermelha, camiseta diária e tênis.
  • Ensino fundamental e médio: camiseta diária, calça tactel ou corsário e tênis.
  • Educação física/desporto: camiseta e short de educação física e tênis.
  • Bonés, bandanas… não fazem parte do uniforme, portanto, devem ser guardados ao entrar na escola.

As fardas serão vendidas exclusivamente no site clique aqui e que serão retirados na secretaria da escola, na loja da PACO ou encomenda via correios.

TODO ALUNO TEM DIREITO

  • Encontrar na escola ambiente que favoreça seu desenvolvimento intelectual, moral, social, psicológico.
  • ter aulas ministradas por professores competentes, pontuais e assíduos
  • Receber tratamento condizente à pessoa humana.
  • Utilizar quadra e material de esporte, de acordo com os horários e tabelas que visem à oportunidade para todos os alunos.

TODO ALUNO DEVERÁ

  • Permanecer em sala de aula na troca de professor
  • Permanecer na escola durante todo o horário escolar, não se ausentado sem a devida autorização, por escrito, dos pais ou coordenação.
  • trazer o material didático necessário às aulas e tarefas escolares.
  • Zelar por sua saúde. O colégio não recomenda o uso de bebidas alcoólicas e proíbe seu uso nas dependências ou proximidades da escola. A mesma regra vale para o fumo.
  • zelar pelo patrimônio da escola evitando rabiscos e quebra de material ou qualquer outra ação que seja caracterizada como dano. Caso isso ocorra, o aluno será responsável pelo conserto ou reposição dos objetos danificados. Também não orientamos o uso de qualquer gomas de mascar nas dependências da escola.
  • respeitar professores, funcionários e colegas evitando grosserias, palavrões ou gestos indecorosos.
  • manter o celular desligado na sala de aula, caso traga.
  • acatar decisões tomadas pela direção, equipe técnica e professorado, relacionadas com o bom andamento da vida escolar
  • cumprir e fazer cumprir o regimento escolar
  • participar das programações promovidas pela escola: atividades em geral, momento cívico, capela, etc.

ORIENTAÇÕES GERAIS

  • O aluno poderá requerer prova de 2ª chamada , até 48 horas após a realização da prova, mediante petição dirigida ao coordenador pedagógico de segmento em que justifique sua ausência. Os custos oriundos da realização da prova serão cobertos pelo responsável (taxa por disciplina).
  • apresentar atestado médico em caso de falta por doença. Em caso de doença infecciosa, não deverá comparecer à escola até receber autorização médica a ser entregue na coordenação de convivência escolar ou de segmento.
  • A escola não permite o namoro em suas dependências ou proximidade.
  • O aluno que desrespeitar ou descumprir as normas vigentes, será encaminhado à coordenação de convivência escolar para os devidos procedimentos, de acordo com o regimento da instituição.
  • Será aplicada suspensão aos alunos que infringirem as normas disciplinares e que tento sido acompanhado pela coordenação de convivência escolar continuam manifestando as mesmas atitudes. A suspensão será cumprida na escola e em atividades orientadas pela coordenação.
  • Os alunos reincidentes ou não, dependendo da situação, poderão assinar um termo de responsabilidade. O termo implica o comprometimento do aluno em sua melhora educativa.
  • Em caso de inadaptação às normas regimentais, a família será cientificada, orientada quanto à condução do aluno a um outro estabelecimento de ensino, visando seu desenvolvimento. Este procedimento poderá ocorrer em qualquer época do ano.
  • É vedado ao aluno trazer para a escola objetos de valor (jóias, games, aparelhos eletrônicos, etc) ou mesmo grande quantia em dinheiro para pagamento de mensalidades e outros serviços escolares, pois a escola na se responsabilizará por danos ou perdas dos mesmos.
  • O aluno é o responsável pelos seus objetos pessoais, materiais didáticos, devendo ter por eles zelo e cuidado. A escola não fará o ressarcimento da perda ou sumiço de qualquer um deles.
  • A responsabilidade da organização da rotina escolar é inteiramente da instituição.

FAMÍLIA E ESCOLA

Está na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e no
Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): as escolas têm a
obrigação de se articular com as famílias e os pais têm direito a
ter ciência do processo pedagógico, bem como de participar da
definição das propostas educacionais.

Deveres Familiares

  • Ler para as crianças e/ou pedir que leiam para os
    integrantes da família;
  • Ensinar valores sociais e morais;
  • Conversar sobre os assuntos da escola;
  • Acompanhar as lições e mostrar interesse pelos
    conteúdos estudados;
  • Verificar se o material escolar está completo e em
    ordem;
  • Zelar pelo cumprimento das regras da escola;
  • Participar das reuniões sempre que convocados;
  • Conversar com os professores;

ESCOLA CONFESSIONAL

Refere-se à escola vinculada ou pertencente a igrejas ou confissões religiosas, neste caso o Instituto Batista Ida Nelson está vinculada a Convenção Batista do Amazonas e a Convenção Batista Brasileira, baseando-se em seus estatutos e regimentos devidamente registrados conforme estabelece a Constituição Federal de 1988 .

A escola confessional baseia os seus princípios, objetivos e forma de atuação numa religião, diferenciando-se, portanto, das escolas laicas. Para esse tipo de escola o desenvolvimento dos sentimentos religioso e moral nos alunos é o objetivo primeiro do trabalho educacional. Dessa forma, se a escola leiga constrói sua proposta baseada apenas em correntes pedagógicas, a confessional procura ter um embasamento filosófico-teológico.